Masao Obata

Japan, 1943 - 2010

Masao Obata nasceu na província de Okayama, Japão, numa pequena ilha onde passou a sua infância. Após o divórcio dos seus pais, foi criado pela sua mãe. Em criança, Masao Obata tinha gosto em desenhar, por si mesmo, nos bambuzais. Foi internado num hospital psiquiátrico entre os trinta e um e os trinta e três anos de idade. Pouco tempo depois, perdeu a sua mãe. Com quarenta e dois anos de idade, foi viver com o seu pai, em Kobe. Com a morte deste último, três anos mais tarde, viu-se novamente sem família e durante vários anos foi colocado numa instituição com vista para a cidade. É aqui que viria a produzir várias centenas de desenhos. Em 2007, o estabelecimento foi destruído, e Masao Obata foi para uma nova instituição onde morreu três anos mais tarde. Masao Obata começou por recolher antigas caixas de cartão das cozinhas do hospital onde vivia. Costumava passar as suas noites a desenhar em segredo nestes suportes improvisados. As suas composições retratam frequentemente um jovem casal, um homem e uma mulher, por vezes acompanhados por uma criança. As figuras são mostradas frontalmente e cada uma é desenhada “plana” de uma forma concisa e detalhada. Também desenhava paisagens que estavam gravadas na sua memória, veículos, plantas, até mesmo os móveis do seu quarto. Qualquer que seja o tema das suas composições, o vermelho – a sua cor favorita – é dominante.

Fonte: Collection de l’Art Brut Lausanne